Os probióticos podem ajudar na saúde respiratória de bebês e crianças pequenas

Saúde infantil Saúde respiratória de bebês
5 Min read

Estudos de alta qualidade sugerem que as cepas probióticas Lactobacillus rhamnosus, LGG®, e Bifidobacterium, BB-12® (a partir de agora somente serão usadas as marcas registradas LGG® e BB-12®), podem ajudar na saúde respiratória de bebês e crianças

Fato

O sistema imunológico de bebês e crianças pequenas não está totalmente desenvolvido, 1 e, portanto, eles são mais vulneráveis ao desconforto do trato respiratório. 2

Desconforto do trato respiratório é comum

Quando o sistema imunológico é desafiado, as pessoas têm maior probabilidade de sentir desconforto no trato respiratório – um dos problemas de saúde mais comuns observados no dia a dia dos profissionais de saúde.3 Desencadeado por uma ampla variedade de substâncias estranhas, como bactérias prejudiciais, o desconforto do trato respiratório é particularmente comum em crianças.4 O desconforto do trato respiratório ocorre de 2 a 3 vezes mais em crianças que frequentam creches do que em casa.5

Embora o desconforto do trato respiratório tenda a desaparecer por conta própria, ainda é o motivo mais comum para as crianças consultarem um profissional de saúde.6

Os probióticos podem ajudar a diminuir a ocorrência de desconforto no trato respiratório

Em estudos científicos de alta qualidade, bebês e crianças que receberam as cepas probióticas LGG® ou BB-12® apresentaram menos desconforto do trato respiratório do que crianças que não receberam LGG® ou BB-12®.7-11
 
Pais e filhos pequenos: probióticos ajudam a promover a saúde respiratória

A LGG® pode ajudar na saúde respiratória de crianças 

Em um estudo que investigou o consumo de LGG®, crianças que tomaram LGG® todos os dias por 3 meses apresentaram significativamente menos ocorrências de desconforto no trato respiratório. Crianças que tomaram LGG®, mas experimentaram desconforto no trato respiratório sentiram mal-estar por menos tempo do que as crianças que receberam placebo.7 Em comparação com as crianças no grupo placebo, as crianças que receberam LGG® também ficaram menos dias afastadas da creche devido a problemas de saúde.7

Outro estudo mostrou que o uso de LGG® também pode ajudar na saúde respiratória de crianças hospitalizadas por outros motivos.8 No estudo, crianças que receberam leite fermentado suplementado com LGG® tiveram menos problemas do sistema digestivo que duraram mais de dois dias, e menos desconforto respiratório que durou mais de três dias em comparação com as crianças que receberam placebo.8
Clique para ler mais sobre a cepa LGG®, da Chr. Hansen
 

A BB-12®   pode ajudar na saúde respiratória de bebês

Estudos sugerem que a cepa probiótica BB-12® também pode ajudar na saúde respiratória de bebês. Bebês que receberam BB-12® a partir do primeiro mês até os 2 anos de idade apresentaram menos desconforto respiratório.9, 10
Clique para ler mais sobre a cepa BB-12®, da Chr. Hansen

Probióticos podem ajudar na saúde respiratória de crianças

Conforme discutido neste artigo, as cepas probióticas LGG® e BB-12® podem ajudar na saúde respiratória de bebês e crianças. Estudos sugerem que a suplementação com LGG® pode ajudar a reduzir o número de dias ausentes na creche.
Consulte um profissional de saúde para saber mais.
Leia sobre o que procurar ao escolher um probiótico.
Leia sobre probióticos e fezes soltas ocasionais , e choro excessivo e agitação em bebês. 


LGG® e BB-12® são marcas registradas da Chr. Hansen A/S.

O artigo é fornecido para fins informativos sobre probióticos e não pretende sugerir que qualquer substância mencionada no artigo seja indicada para diagnosticar, curar, mitigar, tratar ou prevenir qualquer doença.
 
<i>Lactobacillus rhamnosus</i>, LGG®

Lactobacillus rhamnosus, LGG® é a cepa probiótica mais documentada do mundo A cepa LGG® demonstrou benefícios em todas as idades e em várias áreas de saúde, incluindo saúde digestiva, imunológica e bucal.

LGG® é uma marca registrada da Chr. Hansen A/S

Referências

1. Ygberg S, Nilsson A. The developing immune system – from foetus to toddler. Acta Paediatr. 2012;101(2):120-7. (PubMed)

2. Tregoning JS, Schwarze J. Respiratory viral infections in infants: causes, clinical symptoms, virology, and immunology. Clin Microbiol Rev. 2010;23(1):74-98. (PubMed)

3. National Institute for Health and Care Excellence. Respiratory tract infections (selflimiting): prescribing antibiotics. 2008. (Fonte)

4. Cotton M, et al. Management of upper respiratory tract infections in children. S Afr Fam Pract (2004). 2008;50(2):6-12. (PubMed)

5.Lu N, et al. Child day care risks of common infectious diseases revisited. Child Care Health Dev. 2004;30(4):361-8. (PubMed)

6. Lenoir-Wijnkoop et al. Public health and budget impact of probiotics on common respiratory tract infections: a modelling study. PLoS One. 2015 Apr 10;10(4):e0122765 (PubMed)

7. Hojsak I, et al. Lactobacillus GG in the prevention of gastrointestinal and respiratory tract infections in children who attend day care centers: a randomized, double-blind, placebo-controlled trial. Clin Nutr. 2010;29(3):312-6. (PubMed)

8. Hojsak I, et al. Lactobacillus GG in the prevention of nosocomial gastrointestinal and respiratory tract infections. Pediatrics. 2010;125(5):e1171-7. (PubMed)

9. Taipale T, et al. Bifidobacterium animalis subsp. lactis BB-12 in reducing the risk of infections in infancy. Br J Nutr. 2011;105(3):409-16. (PubMed)

10. Taipale TJ, et al. Bifidobacterium animalis subsp. lactis BB-12 in reducing the risk of infections in early childhood. Pediatr Res. 2016;79(1-1):65-9. (PubMed)

11. Hatakka K, et al. Effect of long term consumption of probiotic milk on infections in children attending day care centres: double blind, randomised trial. BMJ. 2001;322(7298):1327. (PubMed)

O que são

probióticos?

Saiba mais sobre o que são probióticos e como eles estão associados a benefícios para a saúde

O que

procurar

Veja dicas importantes sobre como escolher um produto probiótico de alta qualidade

Nossas
cepas

Saiba mais sobre algumas das cepas probióticas mais documentadas do mundo e seus diversos benefícios para a saúde

Compartilhe